terça-feira, 17 de abril de 2012

2 Estupro: palavra que as mulheres inventaram pra se fingirem de boas moças


E eis que um policial militar abordou um casal na rua, levou a namorada do rapaz... E acabou  preso em flagrante por sequestro e estupro.

Seria um caso para se comemorar a eficiência dos outros dois policiais militares que prenderam esse bandido que, com certeza,  não entrou para a polícia para ‘proteger e servir’.

Mas eis que na delegacia o policial estuprador, fugiu. Segundo se noticiou, ele saiu pela porta da frente, (afinal, quem sai pelos fundos é bandido, não policia, né não?) e aí os jornais se perguntam como ele fugiu: Será que teve a fuga facilitada pelos colegas de trabalho? Por que não estava algemado? Descuido, negligência... Conivência? Não, imagina... Afinal ele cometeu um crime! Será?

Não que eu tenha dúvidas que estupro seja crime. E hediondo. O mais perverso deles porque o estuprador não só tira algo de alguém, como o invade. Atravessa suas roupas, sua pele... Invade seu corpo.
Mas tanta gente acha que estupro é só sexo não consentido. Que a moça violentada, no fundo, até gostou...

Fácil imaginar o policial estuprador rindo ao contar sobre o estupro aos outros policiais, dizendo que ‘a moça era gostosa, o namorado um mané e que ele só aproveitou a oportunidade. Se estivessem todos juntos tinham feito uma festinha com aquela vagabunda’. É... A mulher estuprada  quase sempre é vista por gente assim como uma  vagabunda que mereceu aquilo...Algumas vezes até  afirmam que ela estava pedindo por aquilo.

Já ouvi homens comentando que estupro é uma palavra que as mulheres inventaram pra se fingirem de boas moças... Infelizmente o policial ter fugido da delegacia pode não ter sido apenas descuido dos policiais, uma falha no procedimento... Quem sabe não tenha sido uma falha patrocinada pela dificuldade de alguns em entender o quão grave é um crime de estupro? Vai saber quantos policiais também não acham que mulher chamar 'sexo não consentido' de crime é exagero delas? E o tal 'lavou tá novo?"

Talvez alguns pensem isso porque, se tivessem a oportunidade de evitar a ação, não a impediriam. Abririam suas calças, sorririam e diriam ‘agora é a minha vez’. E quanto mais aquela mulher lutasse, chorasse e implorasse sob seus corpos, mas eles sentiriam prazer.

imagem via Defenda-se

É...  Sei lá. Vai ver eu tenho umas opiniões nada a ver, né?


******

2 comentários:

  1. @carneiro_rio17/04/2012 02:00

    Ei! Acho que vc está exagerando menina. Eu nunca vi (exceto aquele policial que falou algo sobre a roupa da mulher)
    um homem defender estupro.

    ResponderExcluir
  2. @carneiro_rio ...

    Tantos estupros nas guerras, tantos estupross em campus de universidades, tantos estupros em festas, tantos estupros ao voltar do trabalho, tantos estupro cometidos por quem se dizia 'amigo', tantos estupros aproveitando que a menina tá bêbada... Até estupro coletivo pedido como presente de aniversário.

    Nem sempre se defende algo falando a favor dele. Nesses casos então, quase nunca embora, sim, eu já tenha ouvido gente dizendo barbaridades sobre o assunto.
    Mas pra mim, cada caso de estupro cometido acima, só defende o anterior...ou o próximo.

    ResponderExcluir

Quando você colabora com seus pitacos o post deixa de ser um monólogo e passa a ser uma conversa. A blogueira se responsabiliza pelas próprias opiniões, as opiniões alheias são de responsabilidade de quem as escreve. Só lembrando que gente inteligente tem argumentos; a turma que só sabe xingar e ofender só quer confusão. Pode não!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...