quarta-feira, 25 de setembro de 2013

10 E as garotas se juntam para brigar

E, infelizmente, o título do post não se refere as garotas se juntando para brigarem por leis mais duras contra o estupro ou por salários iguais aos dos homens nas empresas :(

escola bullying briga meninas

via G1

Segundo matéria do site G1  uma estudante de 12 anos foi  agredida na saída da aula por pelo menos cinco meninas"A garota relatou ainda que há um mês vem sofrendo bullying na escola. "Elas me chamam de gorda e dizem que tenho um monte de estrias". 

Saudades de quando a  gente tinha a sensação que briga de meninas era assim, bem boba. 

Acho muito triste que essa idiotice de ficar ridicularizando colega na escola ainda aconteça... parece que o mundo evolui, mas o ser humano não. Mas confesso que mais do que triste fico é com medo da forma como as meninas estão cada dia  mais agressivas.
Não é mais só a  turminha popular que 'se acha'  e fica zombando e infernizando a vida na escola das outras que fogem aos 'padrões' delas, coisa que aliás, sempre teve.

Hoje  elas se juntam para brigar e partem não só para o  tradicional puxa-cabelo feminino, aliás, nem dá para chamar de briga já que elas se juntam quase sempre para espancar uma outra garota que acaba não tendo como se defender.
Um comportamento que a gente meio que se acostumou a ver nos homens (que se sentem muito machos se juntando em meia dúzia ou mais para bater num único cara).

Mas olha...eu já vi briga de meninas e achei que elas metem mais medo que os garotos (graças a Deus ainda falta a elas a mesma força física para bater que eles têm).


10 comentários:

  1. Que triste isso. Fico muito triste quando vejo esse tipo de reportagem, brigas de todo os tipos e porquês são absolutamente desnecessárias! O mundo está cada vez mais cruel, não tem mais amor ao próximo, é cada um por si! Por isso tanta desordem e violência!
    Beijos
    Adriana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. bater roupa no tanque ninguém quer mais né?

      Excluir
  2. Brigas entre colegas, brigas com professores, falta de respeito com os pais. Ainda bem que não tive filhos, pq se um fizesse isso, ia levar uma coça de haviana de pau, ai quem ia pra cadeia ia ser eu, pq hj não pode dar mais palmadas, olha só o que tá acontecendo com os jovens, é falta de umas boas chineladas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Flávia eu também não tenho filhos e faz tempo que quando lembro disso digo 'obrigada, Senhor!' :)

      Excluir
  3. Sou professora e quase todos os dias têm brigas na saída da escola. Muitas vezes, as brigas acontecem dentro da sala de aula pelos mais variados motivos, mas o que mais me impressiona são as meninas de quinta série (10, 11, 12 anos) brigando feio por causa de meninos. São situações lamentáveis e quando os pais são chamados percebemos que eles são piores que os filhos. Eu acredito que a situação está deste jeito porque as famílias estão se acabando e a religiosidade também. Infelizmente, quando os pais se separam, a criança torna-se um "problemão" que nenhum dos dois quer levar pra casa, e acabam largando na escola.
    A criança fica jogada, mal vê os pais, e a educação não é transmitida. Isso é a nossa realidade atualmente nas escolas. Muitas vezes é de chorar!
    Desculpe se me estendi no comentário...rsrss.
    Bjs,
    Marlene

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marlene já vi muita matéria de meninas menores de 14 anos brigando por garotos, inclusive já li sobre caso de garotas que se juntaram a 'amiga' pra assassinar outra por causa de muleque! É muito assustador...

      Em relação aos pais, olha... a gente lê/ouve muito pai dizendo que na casa dele a educação é assim, que ele ensina os filhos a espeitar, mas na prática... infelizmente na frente da câmera ou na internet muuuuuitos pais são melhores educadores do que na prática da casa deles. ..é sim.

      E comentários que se estende? A blogueira adooooooora :)

      Excluir
  4. É muita covardia juntar as pessoas para bater em uma outra. Infelizmente o bullying existe e sempre vai existir porque as pessoas não sabem respeitar umas as outras. Algo precisa ser feito.
    Big Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Parece que na hora de bater em alguém, covardia cada dia mais parece ser uma característica tanto feminina quanto masculina - o que não parecia ser até pouco tempo atrás

      Excluir
  5. Oi, Lu!
    Todos esses problemas de bullying começa dentro da casa do agressor. Em geral, quem agride foi agredido. Muitos pais não estão preparados para ter filho e serão esses mesmos pais que darão cobertura para os filhos - vão achar lindo eles estarem batendo ao invés de apanhando, até que acontece uma tragédia.
    Beijus,

    ResponderExcluir
  6. As mulheres sempre foram - e acredito que vão continuar sendo - motivos para a guerra, desde Helena de Troia até a mulher de um traficante qualquer. E não sei porque agora, também estão mais brigonas que os homens, ou na mesma proporção.

    ResponderExcluir

Quando você colabora com seus pitacos o post deixa de ser um monólogo e passa a ser uma conversa. A blogueira se responsabiliza pelas próprias opiniões, as opiniões alheias são de responsabilidade de quem as escreve. Só lembrando que gente inteligente tem argumentos; a turma que só sabe xingar e ofender só quer confusão. Pode não!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...